Ação por falta de pagamento de condomínio sobe 50% em São Paulo

O volume de ações por falta de pagamento de condomínio deu um salto em fevereiro, segundo levantamento do Secovi-SP (sindicato da habitação) com base em dados do Tribunal de Justiça de São Paulo.

No mês, a alta foi de 50% em relação a janeiro com 688 ações protocoladas por falta de pagamento da taxa na capital paulista.

Na comparação com fevereiro do ano passado, o crescimento é de 8%, de acordo com o levantamento do Secovi.

O movimento pode vir a acender uma luz amarela, especialmente diante do cenário de perda de renda sem perspectiva de retomada significativa para o ano.

Porém, segundo Moira Toledo, vice-presidente de administração de imóveis e condomínios do Secovi-SP, ainda não é possível afirmar que os números atuais representem um aumento de inadimplência, porque estão muito próximos da realidade do ano anterior e podem sinalizar apenas um represamento sazonal.

Fonte: Secovi-SP